Trilha sonora: Então é Natal – Simone

imagesCA2S0T13 imagesCA0KRH0S imagesCA0BCU9M

De quem é a culpa? Dos portugueses. Holandeses. Franceses. Ingleses. A culpa é do agente penitenciário! Da superlotação! Da Polícia Militar! Da Polícia Civil! Do Beira Mar! Dos Comandos! Evangélicos! Dos católicos! Da Umbanda! Do império norte americano! Das elites!

Temos 500 mil presos. Deveríamos ter um milhão. imagesCAEDOA3Y

E lá vamos nós com mais um atalho. Mais um Comitê de Emergência com 11 pontos. Hoje, no Maranhão. Ontem, no Rio. Amanhã em…E o governo vai empurrando com a barriga. Como sempre faz nos grandes temas nacionais: atalho, quebra-galho. Propaganda. A coisa fica feia, mais uma isenção. Mais um presente de grego. Mais um privilégio. Mais um cala-boca. Mais um “carinho”. Pedro, Recife.

Gigolagem. Cafetinagem de baixa qualidade. Bandidos e assassinos nas ruas por falta de cadeia. Doze anos e a situação só piorou. Sem núcleo pensante, estudioso. Sem buscar experiências em países com melhor sistema penitenciário. Sem tecnologia. Sem doutrina de governo. A segurança pública é concebida e dirigida por teorias e práticas dos tempos estudantis, da doutrinação “ideológica” nas universidades, da mobilização eleitoral. De interpretações religiosas, caridosas e “carinhosas” de direitos humanos dos tempos da luta contra a ditadura militar. Jurandir, Rio.

Ministério de Segurança Pública Nacional.

A ditadura tinha a sua politica de Segurança Nacional. Ideológica. Contra as esquerdas. O governo de esquerda tem que ter a sua política de Segurança Nacional contra o crime organizado. O tráfico de drogas. O banditismo interno. Construir centenas de prisões no interior e dezenas de Penitenciárias tecnologicamente avançadas, modernas. Neste momento cultural e moral não se deve terceirizar a segurança de nossos presídios. É atalho. Empurrar problema gravíssimo com a barriga. Extremamente frágil e perigoso. A bandidagem acaba contaminando e dominando o pessoal terceirizado. Chico, MA.

Esse nosso modelo de Ministério da Justiça não serve mais.

A segurança dos presídios é dever e obrigação do Estado. Tem que ser militarizada. Quando há terceirização ela deve ser  obrigatoriamente com militares aposentados. Homens da lei treinados para combater os fora da lei. Esse nosso modelo ministério da Justiça é velho. Vem dos tempos da ditadura Vargas. Era Ministério do Interior e Justiça. Vargas nomeava o Interventor e esse seu maior aliado no estado: o Chefe de Policia.

Agora temos o ministério das Cidades, da Integração Nacional, estatais, Fundos, trabalhando o interior. Ministros de Justiça: todos políticos. Aliados, servindo mais ao presidente e a seus problemas pessoais que ao Estado, ao país. E ate gente desqualificada-jurídica, legal, moralmente- para o cargo. E as fronteiras? Sob as Forças Armadas? Sob a Policia do Estado? Bicudo, Cáceres, MT.

Maria do Rosário. imagesCAH3Z5KHmaria do rosarioOriunda do movimento estudantil, da doutrinação ideológica nas escolas. Legisladora, sempre atuou como se em campanha eleitoral tivesse. Ela não consegue atravessar a linha da teoria, dos devaneios, para a prática e a realidade de um país onde o delito, o crime, são substituídos pela carnificina, barbárie, selvageria.

Maria do Rosário alimenta a teoria do “coitadinho”. “Ele não é culpado pelo que faz”. “Ele é vítima da exploração do homem pelo homem”. Primeiro a revolução, depois a educação. O homem novo socialista não será criminoso. Mas, a “revolução” foi frustrada. Com Lula jamais acontecerá. E assim o crime se alastra.

Maria do Rosário defende com unhas e dentes a manutenção de privilégios para “menores”. Em todas as matrizes socialistas o crime é combatido a ferro e a fogo. No capitalismo idem. O socialista Maduro acaba de dizer que vai combater o crime na Venezuela com mão de ferro. No anarquismo institucional sob o qual padecemos estádio de futebol caríssimos é prioridade. Construir prisões não é prioridade. No lugar de punição, “recuperação”. Ressocialização nos presídios do Maranhão? Delírio e irresponsabilidade.

Relação idílica, fantasiosa, com os Direitos Humanos.

Maria do Rosário sustenta a filosofia de não contra-atacar a “gurizada” criminosa e o banditismo infanto-juvenil. Desvia sua energia e a do governo para teorias, teses, doutrinas, dos séculos IX. Do ano 1917. Dos anos 30/40/50/60/70/80/ do século XX. Para Maria do Rosário é constrangedor, difícil, conflitante, lidar com decapitação, corpos queimados, descarnados. Com a selvageria que toma conta dos presídios e do entorno delas. Em suas ações ela demonstra ter uma relação idílica, fantasiosa, com os Direitos Humanos.

Maria do Rosário, no cargo que ocupa, exerce influência maléfica em Dilma. Imobiliza o país na luta que deve ser ferrenha contra o avanço da criminalidade. Só que Dilma não pode ser apenas a amigona das amigas. Governar cercada por amigos(as) sempre é desastroso. Ela tem que ser amiga de todos os brasileiros. Das famílias dos 45 mil brasileiros assassinados, queimados, estuprados, decapitados.

imagesCANET4H0 imagesCA4H0CA1 LULA E EVO COLAR DE COCA

Dilma não pode ser “carinhosa” com o presidente cocalero. Da Bolívia vem a totalidade  da droga que está matando moças e rapazes. Enchendo as nossas cidades de zumbís do crack. 70% dos assassinatos no Brasil são do tráfico de drogas.

O mesmo governo, o mesmo time, o mesmo técnico. E só piora

Claro que Roseana Sarney também é culpada pela barbárie nas cadeias do Maranhão. Com doze anos do mesmo governo, do mesmo time, do mesmo técnico, só piora. A frustração e decepção com Lula, sua política externa, Mensalão, levam ao embrutecimento das relações políticas e sociais. Por isso o que rola é a teoria, insistência, do não culpado. “Não vi, não sei, não li, não ouvi”. E ai saem pela tangente botando a culpa no Obama, Fernando Henrique, Serra, Putin, Marina, Collor, Aécio, D. Pedro I e II, Mauricio de Nassau, Napoleão, Stálin, Hitler, Vargas…

Os culpados do apodrecimento do sistema prisional são brasileiros (as).

E nenhum estrangeiro virá resolver essa vergonha, esse crime contra toda a sociedade. Tá na hora de TV, imprensa, mostrar quem são, onde estão e o que eles (as) fazem pelo Sistema Prisional. Contra o crescimento galopante da criminalidade. O Brasil já lidera em crimes bárbaros. Sabe-se que Maria do Rosário tem altos e baixos de humor, psicológicos. Aquela coisa do ser ou não ser. Deveria estar num convento ou ser missionária no Norte/Nordeste. Uma Madre Teresa do Brasil. Sua amigona deveria dar-lhe uma embaixada, uma sinecura no exterior. De preferência na Bélgica. Adriana Berger, Bagé/ Berlim.

Dilma, a Caladona. 299580-600x600-1 Em sua mensagem de fim de ano só números manipulados e propaganda. Ela lê sem um pingo de sentimento o que lhe dão os santeiros do governo. O país está sangrando. Sendo descarnado em todas as suas fibras. Estupro aumentando. Mais mulher assassinada. Mais ônibus queimados. Agora estão decapitando presos. Ateando fogo em crianças. E a Caladona com cara de Mujica parece estar sob o efeito dos chás de Evo Morales. O Matraca pelo menos falava, falava, falava. Beatriz, Brasília.

Depois da cabeça cortada é tarde lastimar a perda dos cabelos. Em boca fechada mosca não entra. Mas, pode entrar por buracos outros. Diferentemente de Lula Falador, Dilma só “abre a boca quando tem certeza”. Mãe dos Pobres. Dos Preguiçosos. Nem-Nem. Drogados. Corruptos Oficiais. Dilma sobre o crime organizado atuando nos e dos presídios não abre o bico. Antônio, Vitória. 

“Desafio um Estado fazer elucidação de crime mais rápida que aqui”

ana imagesanna clara imagesCAU4YWYK

“Há um complô contra o meu governo”.  Mais uma vez a imprensa divulga e leva a culpa. A boneca de luxo onde o babaçu abunda não abre mão de uísque escocês, caviar, champagne, lagosta, camarão, vinhos de primeira. Os terceirizados que serve as prisões “amigos” do maridão, aquele das notas no cofre. A prisão em Pedreiras é para 1700. Está com 2200. Da prisão ordenam massacres. Estão cortando cabeças e filmando. Atearam fogo no ônibus. A menina Anna Clara de seis anos morreu queimada. Seu bisavô do coração. Mãe e outra irmã no hospital. Ribamar, Belém.

rpsenna e cardozo imagesCAF73KUJ imagesCALPDQA2temer

E Viva o Bumba meu Boi! Viva Papai Sarney! Viva o Amigão! Político diferenciado! Sustentáculo do sistema e do governo Lula seu “Ex-maior adversário”. No impedimento de Dilma o melhor para o Brasil é Roseana Sarney. Quem governa o Maranhão governará ainda melhor o Brasil. Ivana, São Luis.

Roseana para vice de Dilma.

O cargo de Vice Presidente da República está na frigideira. Na vacância da presidência, o vice será nomeado em eleições “indiretas”. Michel Temer está com os dias contados. Adivinha a proposta do Maquiavel com aval do Cara: Roseana para vice de Dilma em 2014. Timaço pra emergente nenhum botar defeito. Os Sarney são os donos da TV Globo no Maranhão. Pedro, Manaus.

O ponto G das donas do governo thumb-4g-gen-150x1004G Enquanto as operadoras promovem amplamente o 4G, a tecnologia antecessora demora a se espalhar por todo o território brasileiro. Cinco anos depois de lançado, o 3G chega atualmente a 2.827 municípios, pouco mais da metade dos 5.570.

Levantamento feito pela Agência Nacional de Telecomunicações a pedido do Olhar Digital aponta que nenhum Estado é inteiramente coberto pela terceira geração de telefonia, nem mesmo São Paulo e Rio de Janeiro. Minas Gerais é a região com o maior número de locais descobertos (362). Quando assinaram os contratos para operar o 3G, em abril de 2008, as operadoras se comprometeram a levá-lo a todas as cidades com até 100 mil habitantes em até cinco anos, prazo já expirado. Anita, Contagem, MG.

Atoleiro tecnológico

Enquanto o país for governado pela ideologia dos perdedores e por políticos pilantras- e isso pode durar uns sessenta anos- não sairemos do atoleiro tecnológico. Quem rala, pesquisa, estuda, cria, inventa, não vai transferir tecnologia para pilantras, nem-nem, corruptos. João, Natal.

O que rola na telefonia é mistura de atraso com bandidagem. thumb-anatel-predio-150x100ANATEL Combinação explosiva que corrói o esforço em busca de alternativas. A elite governante é incompetente em matéria de informática. E não tem modéstia para contratar técnicos e acabar com a patifaria contratual empresa x consumidor. A ANATEL está minada.

As Teles fazem o que querem. Tudo delas é no pulo-do-gato. Atendentes despreparados. Exploração salarial. E uma mentira atrás da outra. Vendem gato por lebre. Nenhum plano de telefonia móvel (Modem) de nenhuma empresa FUNCIONA PLENAMENTE. E NÃO DÃO CRÉDITO POR INTERRUPÇÕES. No lugar de uso limitado, o sinal/internet é cortado. Ninguém consegue produzir, terminar seu trabalho, com o sinal abrindo e fechando. Bandidagem pura. E os palermas do governo, calados. Jonas, SP.  

3/4/5 G de ganância. G de governo

A Dilma me foi vendida como gerente competente que colocaria o Brasil nos trilhos da tecnologia. Mas, o tempo passa e ela continua catando milho no seu lap com o qual impressionou o presidente Lula que buscava candidato a sua sucessão. Enquanto isso as operadoras vão aproveitando da nossa necessidade de conexão para impor prazo de uso dos 150MB, 300MB limitados e franqueados com redução da velocidade de conexão quando atinge 80% do pacote.

O país inteiro na mão de quatro “maravilhas”. Qual a melhor das piores?

Exemplo: O pacote diário possui velocidade contratada de até 500kbps para download e até 64kbps para upload. Os outros pacotes possuem velocidade contratada de até 1mbps para download e de até 128Kbps para upload.

Se o pacote não for usado dentro do prazo estabelecido pela operadora o cliente perde os “MB” restantes em questão, o que é um absurdo já que se foi pago deveria existir uma lei que desse o direito ao cliente de crédito ou uso do tempo restante. Não vejo motivo para se estabelecer prazo de uso em pacotes de internet 3G literalmente limitado. Ulrich, Sorriso. 

Viva a Vivo

Aqui em Sergipe a VIVO é uma porcaria. Sinal de internet é péssimo, o 3G nem se fala. Nem existe. E o governo a enlambuzar o beiço do povinho e do povão com propaganda enganosa. Quem manda na ANATEL? Quem manda no Ministério das Comunicações? Quem manda no Ministério de Ciência e Tecnologia? No Planalto? Lampeão, SE.

Moro a 35 Km de São Paulo. Na minha casa o SPEED é de no máximo 1 mega e não pega celular de nenhuma operadora, que dirá 3G.  Um absurdo nesse país de impunidade. Mas, esperem operadoras, a sua hora está chegando. Os protestos vão chegar aí dentro. Pedro SP.

Ela quer se casar com Snowden  

imagesCAF2B5N0 untitledsnowden na russia imagesCASRS72S

Anna Chapman é aquela espiã russa expulsa dos Estados Unidos em 2010. Condecorada pelo presidente Vladimir Putin. Ela quer casar-se com o espião Edward Snowden. Será um espião espionando o outro. Nos States, quando alguém se casa com cidadão estadunidense tem sua permanência garantida no país.

Na Rússia não é assim. Você fica ou sai por interpretações políticas, interesse do Estado. O presidente Wladimir Putin, espião, chefe da ex-KGB, chupou o que queria do miolo epiléptico de Snowden que não mostrou nada que Putin já não soubesse. No Brasil aceitam Battisti e rejeitam Snowden. Só no Brasil de filhotes da ideologia que Putin está combatendo um Cara como esse Snowden bobalhão faz sucesso. Na Rússia, EEUU, já perderam interesse pelo livro e filme sobre ele.

Snowden quer morar no Brasil. untitledbattisti Não entendo por que a Dilma não o convida. O Tarso Genro garantiu a permanência do italiano Battisti. A mãe dos pobres. Protetora dos ricos. Deve ser também a Pachamama dos “Injustiçados, Perseguidos, Exilados”. Só gente classe A. Sangue bom. Caráter sem jaça. Snowden tem cara de bebê. Já temos The Rosemary Baby. A presidente não pode ficar atrás. Que tal Snowden como The Dilma baby?

O Brasil é refugio e paraíso de ladrões, bandidos, traficantes. Mestre Lula disse: ”esse rapaz presta relevantes serviços à democracia”. Foi para a China e vive na Rússia. Os “maiores exemplos de democracia”. Ele dará um excelente instrutor da ABIN. Minha prima oferece o yellow card ao Snowden. “Casamos. Ele me engravida. Com a criança não poderão tirá-lo do Brasil. Se, ele pedir separação fico com pensão em dólares e vou parar na telinha da Globo”. A única que não concorda com isso é Vovó Angélica. O resto da família aprova. Ricardo/BH/Boston.

Brazuca

imagesCAVOJUZB imagesCARWUIJ1 imagesCAK4KMVF

Belo depoimento. História viva para quem se interessa pelo Brasil no exterior. Não deve ter sido fácil ser sanduichado pela esquerda e pela direita. Ir para os States sempre foi um problema. Carmen, Sérgio Mendes, Tom Jobim, João Gilberto, foram criticados. O esquerdismo dominando a imprensa baixava- baixa- o pau. Hoje ser Brazuca não é tão ruim assim. Há lojas, restaurantes, revista, jornal, blogs, com esse nome. Meu sogro- francês- chama seu neto André de Brazuca. Com carinho. Sônia, Paris.  

imagesCANQ2HF7 imagesCA3KNXDZ imagesCASFHLXP

Yankee: ou Ianqui. Polonês ou polaco. Português ou portuga. Japonês ou japa. Americano ou gringo. Árabe ou turco. Brazuca é apelido que se aplica ao brasileiro no exterior. Os ingleses perderam a guerra e um continente. Detestavam os americanos que comiam hot dog, falavam e riam alto. Ate hoje criticados em piadas pelas maneiras e falta de etiqueta. No RH você abriu uma discussão interessante para sociólogos, antropólogos, psicólogos. Por que nos chamam de Brazuca? O que querem dizer com isso? Qual a percepção e imagem sobre um Brazuca? João, Londres.

Brazucas pelo Mundo escreveu: “Consultar? ainda bem q não consultaram mesmo! o futebol é um câncer cultural nesse país. Se eles fossem consultar acho q o povo devia era pedir pela não realização de eventos como esse q só direcionam dinheiro público pra onde não devia, só estimula nacionalismos e rixa entre as pessoas e mantém as pessoas alienadas e idiotas”. www.brazucaspelomundo.com

Homo brasiliensis img846

O depoimento existente na matéria mais que uma autobiografia é o relato, puro e verdadeiro, da tenacidade e da teimosia vital do caboclo mato-grossense, entre os quais, com subida honra, me incluo. Tivesse o nosso País, mais uns 1.000 Jota Alves, talvez a posição do Brasil  dentro da comunidade internacional das nações, seria bem melhor.

O oligopólio da família Marinho não conseguiu em mais de 100 anos de sua existência aquilo que você, Jota Alves, o “Brazuca” do Alto Coité, de idéias socialistas incompatíveis com o sonho do imperialismo-democrata “ianque” (escrito assim mesmo), conseguiu em poucas décadas, graças a esse seu irrequieto jeito de ser e, principalmente, de desejar.

Tenho absoluta certeza que o “Brazilian Day” de hoje não se compara ao seu “Dia do Brasil”, plantado com muita competência no seio da pujança consumista da Ilha de Manhattan. O Hotel Waldorf Astoria não seria tão brasileiro não fosse sua magistral criatividade. Escrever sobre você e suas peripécias mundanas pela Europa e pela América é coisa fácil, difícil é entender a forja que formatou cérebro  tão privilegiado.

De onde veio essa tenaz teimosia por ser alguém. De deletar a infância pobre no cerrado carente do meio-leste mato-grossense e alçar vôos de alcance ilimitados? Na minha modesta opinião de jornalista bissexto, Jota Alves, deveria ser mais conhecido em seu País de origem, como um exemplo sem retoques do insuperável “Homo brasiliensis” e de quem com apenas alguns vinténs fez mais pelo seu povo de que a maioria de seus representantes. Adbar da Costa Salles, Cuiabá.

Natal com Simone  

simoneAntes se dizia “papel aceita tudo”. Agora, qualquer idiota se junta a outro burraldo, a outro que não lê, não pesquisa, não procura se informar, comparar. Formam grupo no Face, Twitter, e saem conclamando besteiras. Foi o que fizeram com a cantora Simone e o seu sucesso de Natal. Bunda mole deveria saber que os mais consagrados cantores/as mundiais fazem questão de gravar canções natalinas. Nunca se sentiram diminuídos.

Essa visão de “importância, fama”, babaca, só cresce no Brasil. Acontece também pela péssima programação de Natal das nossas TVs abertas. Não prestigiam. Não criam. Não compram especiais de Natal da Europa, Escandinávia, Estados Unidos, todos lindos, educativos. Não quer ouvir a canção de Natal de Simone desligue Rádio, TV. Damos graças a Jesus por ainda ouvirmos músicas natalinas e por termos uma Simone. Joana/Martha/Marcio/Jonas/Hugo: Salvador.

Encaminhe. Divulgue. www.oreporternahistoria.com.br. Notopi: noticia, imagem, texto, com opinião para: www.oreporternahistoria@gmail.com. Para melhor leitura: Zoom 125.