Trilha sonora:

eleicaoEleições I: Os republicanos-aqui são vermelhos- fizeram barba e bigode. no Senado e Câmara Federal. Eles podem não aprovar nomeações para altos cargos do governo, criar CPI. “Não é por que temos um sistema bi partidário que devemos viver em conflito permanente” ensina o senador Mc Connell.

Democracia sem oposição não é democracia. Os republicanos dizem que está na hora de seguir outra direção. Faltam dois anos para o fim do segundo mandato do presidente Obama. O Partido Republicano, considerado conservador, no Brasil, seria taxado pelos “democratas” no governo federal de partido da direita, golpista. É o partido das grandes decisões como a abolição da escravidão comandada pelo presidente Lincoln. Reagan e Nixon foram republicanos. George Bush, pai e filho, são republicanos. (Amílcar Mendes, Washington).

Eleições II: Nós X Eles. Nordeste X Sudeste. Preto X Branco. Olhos verdes X Olhos negros. Herodes. Nazista. Inimigos. Foi Lula quem introduziu o discurso de ódio nas eleições brasileiras. Nenhum outro presidente do Brasil usou esse tipo de argumento desagregador, regional, racial, para vencer eleições. E depois de abrir a tampa do ódio, ninguém segura o que sai de dentro da garrafa. Nas últimas eleições a baixaria foi no fígado. Como dialogar com gente que me trata mal, muito mal? (Jonas, Natal).

Eleições III: Convergência X Conflito permanente

ICA1ORTZVCAEY33ELCAP3CC70CARKJW4ZCA8I8J10CAYWXNAFCADCQH3HCA3NMICICA3S0X0ICADXXV1VCA166UFTCA6R0L5ZCALBTYD8CA4VUE42CAAKUZV0CAKZ2MTWCAM1UN4SCAG6L98RCAUSTEHV

Wladimir Lênin estava certo: política antes da revolução é um conflito permanente. Nós X Eles. Na revolução comunista vitoriosa o conflito deixa de ser político (não haverá partidos políticos). Será conflito de classes. E os adversários devem ser exterminados.

Lula aprimorou o seu discurso de conflito permanente durante os muitos encontros com Hugo Chávez. Na Venezuela, a ordem das Comunas é derrotar os adversários. E isso significa acabar com eles, fisicamente. Prende-los. Matá-los.

Assim que Aécio Neves não pode continuar com o discurso de convergência muito bem articulado por Tancredo Neves, Ulysses Guimarães, para derrotar a ditadura. Não haverá convergência com o grupo radical que cerca e domina Dilma. A conversa de diálogo é para ganhar tempo. Quais as premissas de Dilma para o diálogo? O velho toma lá, dá cá? (Paulo, Brasília).

Avanços criminais X Avanços sociais:

imagesrevolver

O que cresce mais no Brasil: a melhoria social de uma parcela da população ou o avanço do crime em todas as suas formas atingindo a população geral? Se for verdade que 50 milhões de brasileiros estão felizes com os avanços sociais via benefícios, isenções, bolsas. Ótimo, bom para eles. E assim deve ser.

Mas, para mim, que não recebo Bolsa e estou nos 150 milhões que sofrem, morrem, com os avanços criminais, quais as minhas conquistas sociais? Gostaria de ver TV Globo, SBT, TV Record, Governo estadual, municipal, senadores, deputados, vereadores, discutindo esse assunto que é crucial para o futuro do Brasil.

O que está na frente: o avanço social ou o avanço criminal? Tragicamente resumindo: a cada Bolsa, um homicídio? Quantas pessoas vão para a Bolsa? Quantas vão para o crime?

Não sou da direita. Não sou contra os avanços sociais. Sou contra os avanços criminais. Mas, não vejo a Dilma, nem o Lula, tomarem ações concretas, IMEDIATAS, nacionais, contra a criminalidade que avança. Sou uma aposentada com medo de sair de casa, ir ao parque, à praça, à padaria, à igreja, ao cinema, viajar para visitar minhas irmãs e netos. (Professora Ana Monteiro, Campo Grande, MS).

O bicho vai pegar: imagesAU02ABTB

Roubalheira na Petrobrás chega aos Tribunais dos EEUU. E aqui, corrupção, dá cadeia. Com algemas. E a coisa engrossa e fica feia, muito feia, quando a roubalheira é feita no mercado de ações.

O Lula dizia que a Petrobrás é como a seleção brasileira de futebol: marcas do orgulho nacional. A salsicha alemã entrou ate o talo. A corrupção na Petrobras, sólida, bem distribuída, nos doze anos de governo Lula, mexeu com o dinheiro dos avos e aposentados de Pasadena. E quando a desconfiança chega a Bolsa de Valores, By, By, Charlie. Detalhe: aqui não tem essa de livrar ministro, presidente de empresa, do país. (Ronaldo, NY).

Mistério da Kultura: Sabia que nos States não tem ministério da Cultura? E sem ministros e mentores culturais o país lidera em edições de livro, Cd, DVD. Cinema. Teatro. Musicais na Broadway. Ópera. Balé. Museus. O primeiro no mundo em entretenimento (Disney World, Disneylândia) Rádio. TV. O socialismo do Século 21 copia, errando, o modelo da Kultura soviética. Qual diferença faz se Marta Suplicy fica ou sai do mistério da cultura? Ela alardeou mais uma Bolsa de ingressos, bônus, passe livre, descontos “culturais”. Para ver o que? Sair de noite?

O ebola cultural baixou no Brasil. Nem-Nem. Nem se está criando nada de qualidade cultural. Nem se divulga aquilo que o país produziu de bem feito, bonito, nacional, universal. O realismo soviético ajudou a colocar a URSS no poço. Ministério da Cultura estatizante, patrocinando mediocridade, eventos e mentores ideológicos, eleitorais, é retrocesso cultural. O poço está à nossa frente. (Izabel, Miami).

Discurso escroto:

imagesSUZV1Q3I

Lula se acha. Toda vez que a corrupção e os escândalos explodem ele vem ao Nordeste cantar de galo para o povão. Uma mentira atrás da outra. “Lula não é o primeiro presidente nordestino”. Salvo se na megalomania dele não considere Deodoro da Fonseca, Floriano Peixoto, Café Filho, Castelo Branco, Fernando Collor, nordestinos.

Há corruptos e safados no Sudeste. Nós temos corruptos, latifundiários, exploradores do povo. A nossa história está cheia deles. Lula sabe sim quem são os maiores safados e corruptos do Nordeste. A maioria, seus aliados.

Hugo Chávez “recebia” Bolívar. Lula recebe Padre Cícero, Antonio Conselheiro, Lampião. Ele abusa das três fontes culturais do Nordeste. E o nordestino deitado eternamente em cama de palha o aplaude. Vota nele, sem questionar. “Eu não penso, meu Padim pensa por mim” (Zeca, Ceará).

Não vai melhorar:

Índicejovens 2

574.207 presos em 2013. O déficit é de 220.057 vagas. 215.639, ou 41%, aguardam julgamento. Os números não incluem detentos sob custódia das polícias. Um em cada quatro presos está detido por crimes relacionados a tráfico de drogas. 49% cumprem pena por crimes contra o patrimônio. 12% por homicídios.

Mais crimes bárbaros, homicidas livres. A calamidade vai crescer. O governo dos ideológicos “direitos humanos” não enfrenta a situação. Lula e Dilma não discursam conclamando governadores, prefeitos, a baixarem o cacete na bandidagem. Livre e a vontade. O país precisa de mais prisões (decentes). E daí, se chegarmos a Um milhão de presos? È a realidade. Por que tapar o sol com a peneira com novelas, propaganda enganosa? O povo trabalhador que se prepare. A situação não vai melhorar. Por incompetência ou conivência do governo? (Juvenal, Goiânia).

Venezuela e Brasil: No chavismo e lulismo cresce a taxa de assassinatos.

Nos 14 anos de governo Chávez a criminalidade disparou na Venezuela. Em 1999, quando se elegeu, o país registrava cerca de seis mil mortes por ano, a uma taxa de 25 por 100 000 habitantes, maior que a do Iraque e semelhante à do Brasil, que já é considerada elevada. Segundo a ONG Observatório Venezuelano de Violência (OVV), em 2011, foram 20. 000 assassinatos. Índice de 67 homicídios por 100.000 habitantes. Em 2013, foram mortas na Venezuela quase 25 000 pessoas, cinco vezes mais do que em 1998, quando Hugo Chávez foi eleito. Apesar de rica em petróleo, a Venezuela é o país com a terceira maior taxa de homicídios do mundo, atrás de Honduras e El Salvador. (Miranda, Caracas).

imagesmeninas

Idade penal: “Essa limitação da idade de 18 anos foi estabelecida no Código Penal de 1940. Nós vivíamos em outro mundo, com outros estímulos. Não se pode dizer que um jovem de 18 anos daquela época é o mesmo do de hoje. O acesso à informação e à tecnologia favorece o desenvolvimento desse cérebro mais precocemente”. (Kátia Mecler, psiquiatra forense da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Comunismo X Crime: Estudei na Alemanha Oriental. Fiz a Escola de Marxismo-Leninismo. Criminalidade é incompatível com comunismo. Os malfeitores, delinqüentes, eram levados para os reformatórios. Crimes mais sérios, direto para a prisão. Foram poucos os casos de corrupção na elite governante da URSS. Nada comparável ao Brasil. (Na Rússia, um apartamento maior. Uma dacha (casa de campo). Festa. Um carro novo. Viagem ao exterior). Em Cuba, Fidel Castro autorizou o fuzilamento, por corrupção e contrabando, do Comandante Uchoa, o general-chefe das tropas cubanas em Angola. Não estamos educando nenhum Homem Novo. Defendo a redução da maioridade penal, como medida urgente, para brecar o avanço do crime. (Nico, Londrina).

Novembro azul: Pesquisadores avaliaram 50 mil homens que tomaram café regularmente, durante 20 anos. O risco de desenvolver câncer avançado de próstata foi 60% menor, em relação aos homens que não tomavam café.

Os pesquisadores analisaram exames de sangue de 2,6 mil pacientes com a doença. Na comparação com os sedentários, a taxa de mortalidade caiu 35%, entre os que faziam exercícios, como corrida, em média, três horas por semana. A queda da taxa de mortalidade foi de 23%, entre os pacientes que faziam pelo menos 30 minutos de caminhada, por dia. (Paulo, Amsterdam).

Modelo de carestia:

untitledxuxuuntitledtomate

Parabéns pela campanha em sua página/FACEBOOK. Cuiabá é de fato capital da carestia. Além do estrago urbano com obras roubadas, inacabadas. O supermercado Modelo mapeou muito bem a cidade. Na grande CPA tínhamos três. No centro 4. No aeroporto, etc. Fechados, o Comper deita e rola.

Alteram preços, dia e noite. Filas. Não há empacotadores. A população, prejudicada. Percorre distância para fazer compras. Pra quem tem carro, ok. Não vejo reação de Vereador. TV. Rádio. O prefeito Mauro Mendes deve convidar empresários do setor para se instalar IMEDIATAMENTE em Cuiabá. Os preços não param de subir. ( Dito, Cuiabá).

Plebiscito: Para Dilma que fala tanto em plebiscito: 1. Perguntar ao povo TODO se é contra ou a favor da redução da idade penal. 2. A favor ou contra, um ministério, ou Comando central, de combate ao crime? A favor ou contra, a construção de 26 penitenciárias federais, com ala infanto-juvenil? A favor, ou contra, a redução do número de partidos políticos, de 30 para seis?(Pedro, Rio/Paris).

Diário da Dilma:

imagesS0K3M6SJ

Prometer e não cumprir é pior do que mentir. Adotamos a sugestão do RH. Temos três Diário da Dilma. Do meu filho, 17 anos, lulista, metido a esquerdista, mas, sempre pedindo mais do meu dinheiro capitalista. O da filha, dilmista, decepcionada. E o meu. Acertamos abri-los, para leitura coletiva, três meses antes das eleições presidenciais de 2018. Serve para sugerir, criticar, desabafar.  A Copa do Mundo foi um fiasco. Roubaram, barbaridade. Em 2016, as Olimpíadas mais caras  do planeta. O deputado-índio, Juruna, gravava conversa com ministro, presidente, deputado. Escreva o seu Diário Dilma.(Marta, BH).

Dorogoi tovarisch Jota.

“Você continua mergulhando fundo no discurso da direita mais desvairada”.

Digitalizar0293

1./1 – Abrir espaço no seu jornal para essa Adriana Berger é o fim da picada. Para ela, o Brasil deveria estar ainda no obscurantismo da ditadura militar. Fala com desdém sobre alguém que ela não conhece (a não ser através das análises de outros desvairados da direita doentia): Ricardo Berzoini.

2. – Ela repete o discurso dos barões da mídia golpista: que regulamentar a mídia seria “exercer a censura” e “controlar o conteúdo jornalístico”. Já que você vive dizendo que temos que nos espelhar nos EUA, por que então eles podem regular a mídia e nós não? Você sabia que nos últimos 35 anos os EUA fecharam, romperam concessões e aplicaram multas a mais de 150 emissoras de rádio e TV? E ninguém diz que isso foi “censura” ou “controle de conteúdo jornalístico”, etc.

3. Não sabia que seu discurso contra a Venezuela de Chávez e Maduro, a Bolívia de Evo Morales, a Argentina de Cristina Kirschner, o Uruguai de José Mujica, enfim, de todos os líderes de esquerda latino-americanos, era exatamente o mesmo dessa fulaninha. Vocês detestam quem não se ajoelha aos pés do Tio Sam. Vocês detestam até o Brasil do Lula e da Dilma.

4. Vide esse discurso desvairado da Adriana – igual ao seu – de que Lula teria virado as costas para os centros do saber. Para não falar dos acordos comerciais, em que os EUA são o segundo maior parceiro do Brasil, a infinidade de acordos científicos entre os centros de saber do Brasil e dos EUA simplesmente não existem… para você e para a Adriana Berger. Dorogoi moi rodnoi, assim não dá! S uvazheniem, (Emerson Leal, Universidade de São Carlos, SP).

Digitalizar0270 Digitalizar0272  posterurss

1/1. Jota Alves e o camarada Emerson. 2. JA, questionando numa plenária dos estudantes brasileiros na universidade Patrice Lumumba. 3. Na mesma plenária, o camarada Emerson, segundo à direita. 4. Cartaz da era soviética.

(O texto acima faz referencias às declarações, opiniões, da internauta Adriana Berger, sobre o ministério das Comunicações. Ver RH. Emerson Pires Leal, colega na universidade Patrice Lumumba, nunca perdoou-me ter saído de Moscou, Meca do comunismo, para Nova York, Capital do capitalismo. Tantas vezes expliquei, escrevi, por que, sem familiares, sem rublo ou dólar, com um diploma de Direito Internacional, fui tentar uma vaga na Organização das Nações Unidas (ONU) com sede em NY.

Fosse a sede em Bruxelas, eu teria ido para Bruxelas. Tivesse ido para Cuba, Angola, Coréia do Norte, estaria recebendo rosas vermelhas do camarada Emerson. Ter ido para Nova York tornou-me um renegado. Criar um blog opinativo, formativo, (abrindo com frase do comunista Gabriel Garcia Marques, Nobel de Literatura) tornou-me da direita desvairada. Golpista. E até espião da CIA. ( Para outros, fui espião da KGB) Haja 007. Istô dielat?

Obter sucesso nos Estados Unidos, no exterior, continua pecado capital. Respeito e admiro a lealdade de Emerson Leal aos dogmas comunistas que levaram povos ao fracasso.  Sua defesa da Venezuela, de Hugo Chávez. Para o saber “ideológico”, continuaremos a troca de farpas comunistas por flores capitalistas. (Jota Alves/RH).

Divulgue. Encaminhe para seus amigos e conhecidos da direita, esquerda, do centro, para os Nem-Nem. Texto opinativo, imagens, para Escreve que eu publico, enviar para oreporternahistoria@gmail.com. Ver Jota Alves/FACEBOOK. Para melhor leitura zoom 125.