Trilha sonora: Mensagem.

imagesCADE11QRverde e ama 2+ Dedico este Repórter na História a Douglas Henrique Oliveira Souza, mineiro, 21 anos.

Um dos heróis, campeão, da Copa das Manifestações de Junho 2013. Marco de uma bela página na história da juventude brasileira.

 

queda27b 01vitimaviadutoparte52606neyrubensespecialDouglas

No protesto, às cinco da tarde, quarta-feira do jogo Brasil X Uruguai, ao saltar do elevado José Alencar, próximo ao Mineirão, na empolgação daquele momento histórico Douglas não viu o vão. Pulou para o vazio da vida. Seu corpo chocou-se brutalmente contra o chão. Levado ao Pronto Socorro não resistiu.

20130627074215287746iDouglas saiu da vida para entrar na história. Meu coração de eterno estudante, de lutador pelas boas causas brasileiras, palpita nesta homenagem póstuma a Douglas.

“Ele estava lá representando quem não pôde ir, quem não teve coragem de ir”. Leticia Souza, irmã de Douglas.

A seus pais, irmãos, parentes, amigos, colegas, digo-lhes que Douglas não morreu em vão. Ele deve ser lembrado como um campeão da Copa das Manifestações. Como herói da Confederação dos Novos Tamoios que motiva milhões de pessoas à busca de novos horizontes para o país.

 

romaramacaneyrubensRomara agredidaRomana Eleonora, 18 anos, agredida por policiais na rodoviária de Belo Horizonte.

 

Parabenizo e homenageio os feridos, os presos, os que colocaram e colocam o rosto à tapa neste momento tão importante da vida nacional.

 

Parabenizo os 40 médicos de BH voluntários que atenderam jovens feridos.

Momento de muita covardia instalada.

Da compra de consciências. Da castração de iniciativas e alternativas. Milhões se levantam contra o jeito medíocre e malandro de se governar um país de imensas possibilidades. Contra o gerenciamento de nossas riquezas com dogmas do atraso, Com rancor, arrogância, e muita incompetência.

Dizem os escribas e defensores do establishment: “eles não sabem o que querem. Eles protestam sem liderança, sem partido, sem política, sem “ideologia”. À velha cantilena as perguntas: “Em qual liderança acreditar? A qual partido seguir? “Qual a política, doutrina, ideologia, da atual elite dirigente do país”?

Com treze anos no primeiro protesto estudantil de Cuiabá.

imagescongresso nacional brasil-protesto-tarifa-transporte-brasilia-20130620-05-size-598

Vejo-me na foto. Um dia eu subi no telhado da “laranja” da Câmara Federal. Acampamos na Esplanada dos Ministérios.

Paramos a cidade. Protesto e revolta exatamente para estudante pagar meio preço no ônibus -“jardineira” e meia-entrada no Cine Teatro Cuiabá; com quinze anos criando a ACES- Associação Cuiabana dos Estudantes Secundários; com dezesseis anos cruzando o imenso Mato Grosso para criar grêmios e realizar congressos estudantis, fundar a UME, lançar O Secundarista, primeiro jornal de estudantes do estado. Nos Congressos da UBES, na UNE, praia do Flamengo; na UESB, curso noturno no Elefante Branco, à frente com candangos e estudantes nos protestos na Esplanada dos Ministérios, Congresso Nacional, Rodoviária; na primeira noite numa prisão em Brasília; Moscou, Nova York. Com toda essa atividade e bagagem eu não sabia um terço do que sabe hoje um garoto e garota de treze anos de idade.

O mundo mudou. Nossos governantes não mudaram.

imagesCAAY8XTJciberwarHá no ar uma ciber war da inteligência e de batalhas com as mais sofisticada armas tecnológicas. E o governo federal continua a ser administrado com velhas ideias. Com saudades ideológicas. Dogmas da “Guerra Fria”. Lula e Dilma não conseguem colocar o país na era cibernética. Temos a mais cara  e pior internet das Américas. Com TODAS as provedoras vendendo gato por lebre. Com propaganda enganosa de 3/4 G que falham sinal no centro da maior cidade do país. Quantos técnicos do governo Lula/Dilma estiveram/estão, neste momento, estudando, treinando, reciclando, no Vale do Silício? No Canadá? Na Inglaterra? 

A moçada sabe de tudo isso e muito mais.

Sabe que a banda larga anunciada pelo governo em regiões pobres é mais uma jogada eleitoral que vai sair pelos “olhos da cara”. Que as Agencias Reguladoras estão minadas pela corrupção. A moçada sabe que o país é dependente de tecnologia externa para se movimentar. Que não existe Hotmail, Yahoo, Gmail, Twitter, Facebook, de “graça”. Capitalista que é capitalista precisa lucrar para viver, investir, ganhar mais e mais. Como fazer isso sem ser óbvio é magia de super inteligentes, é tecnologia. Por isso e outras razões os protestos se repetem além do gatilho .20 centavos. Os jovens da Bastilha brasileira sabem traduzir e interpretar: “que nem só de pão vive o homem”. E que nem só de novela deveria viver a dona-de-casa.

esporte-futebol-copa-das-conderacoes-protesto-torcida-fortaleza-20130619-04-size-300 0jun2013---mulher-se-ajoelha-na-frente-de-policiais-da-tropa-de-choque-durante-varredura-da-cavalaria-em-porto-alegre-rio-grande-do-sul-1371786343086_300x300

Os vinte centavos foram o abridor de portas e janelas. De corpos e almas que precisavam/precisam gritar suas frustrações e nojo pelo que fazem com o Brasil. Cada um com o seu protesto, a sua mensagem. Milhares de cartazes e faixas diferentes, mas todas no contexto das manifestações, dos protestos.

Ficou claro para todos que Luis Ignácio Lula da Silva, há dez anos no poder central, não fez nenhuma das reformas prometidas em suas muitas campanhas eleitorais. Ficou claro que ele e a sua turma de aloprados colocaram o Brasil de costas para os centros de avanços e conquistas Tecnológicas. De Pesquisa. Ciência. De costas para a Modernidade.

Terceiro Mundo sem Segundo Mundo

Ficamos atrelados a delirantes, psicopatas, ditadores, sanguinários, de um suposto Terceiro Mundo, quando não havia mais o tal do Segundo Mundo. A política externa pessoal de Lula, com Fernando Collor na presidência da Comissão de Assuntos Exteriores do Senado, colocou o celebrado Itamaraty e seus diplomatas de primeira linha a serviço das “jogadas e baboseiras verbais” de Hugo Chávez. A política externa azeitada pelos petrodólares venezuelanos.

As “pancadas de baixa intensidade” foram desferidas pelo governo brasileiro nos Estados Unidos exatamente quando o primeiro negro presidente do país estendia a mão e sugeria intercâmbios ao primeiro operário presidente do Brasil. Lula recusou, esnobou, arrotou arrogância. Erro imperdoável. Idiotice. Não se desvia de contato de primeiro grau.

untitled camisa  imagesCA22RDGVgadafi imagesCARQT3SWcamiseta seleção

Lula usou/usa a camisa da seleção brasileira-símbolo nacional-como propriedade sua. Souvenir para ditadores. Escória do mundo.

O presidente do Brasil “descobriu” e passou a saborear os chás de Evo Morales. Alimentou fantasias com as Seguranças do irmão e líder Gadafi.  Empolgou-se com surtos nucleares de Ahmadinejad defenestrado do poder pela Guarda Revolucionária do Irã. Há contra ele acusações de corrupção. Perdeu tempo enorme com Hugo Chávez. Tempo de presidente não é dele, é da nação.

Lula fez o Brasil perder tempo com quadrilheiros internacionais. Fez da embaixada do Brasil hospedaria de Zelaya, o cowboy de Honduras. Tentou controlar  os calores corporais da rabugenta Cristina Evita Kirschner. Interferiu na política interna do vizinho Paraguai. Com a UNASUL de Hugo Chávez ajudou a enfraquecer o MERCOSUL. A  juventude, pela internet, e não pela TV brasileira na qual a TV Globo tenta vidiotizar audiência ao querer mostrar o Mundo em 1 minuto, passou a saber e a decifrar códigos das atividades governamentais no exterior. A juventude está tunada. O governo não está tunado.

 A Década Perdida

20130626163636997606aBOLAS BRASILIA  292385-970x600-1

A juventude rebelde por boas causas sabe sim que vivemos e padecemos sob os estragos da Década Perdida. Irrecuperável. Sabe em que se transformou o governo. Sabe que no aperto dos desencontros e mal feitos a solução tem sido sempre eleitoral: mais presentes, mais isenções, mais vantagens, mais melado. Sabemos todos que essa prática no ato de governar é perversa. Corrompe. Controla. Castra. Idiotiza.

“Não há líderes? Não temos com quem dialogar”?

protestos-sp-sao-paulo-onibus-tarifa-felipe-frazao-20130619-02-size-598 20130626162721680239uoLHO VERDE

Quem representa essa gente? Perguntam as cabeças pensantes acostumadas a cooptar e comprar lideranças. Os Operadores do Sistema imposto goela abaixo pela democracia parcial dos que prometeram reformas, decência, honestidade, tentam desqualificar o Movimento, os Protestos, as Manifestações. A juventude descobre que são os mesmos que jogaram o país na lama da impunidade, da desordem urbana, da Cracolândia nacional, de mais e mais crimes hediondos, da destruição de princípios e valores.

imagesCAWA45E3 293657-970x600-1mãe que apoia

Deste Junho 13 de céu aberto, estrelas belas, surgirá Aquele que governará o Brasil com  dignidade e honestidade.

Não se preocupem. Entrem na História e verão que líderes costumam nascer nas grandes decisões, nas batalhas. Junho de 2013 é o mês do nascimento de novas lideranças políticas, sociais. Dos que governarão cidades, estados. Deste JUNHO 13 de céu claro, estrelas belas, abençoado por Deus e bonito por natureza, nascerá Aquele que governará o Brasil com dignidade e honestidade. Mais sobre esse detalhe ver o RH A Bastilha brasileira.

Conquistas já foram alcançadas. Anunciadas como vitória. Mas, os Bastilheiros do Brasil continuarão na luta por Modernidade, Democracia plena. Contra o banditismo político-eleitoral. Contra a corrupção. È uma luta sem trégua. Uma longa e tortuosa jornada.

289723-970x600-1 - Copia recife20b

E que junto com as reivindicações pontuais se lute também por Valores sem os quais povos se encaminham irremediavelmente para o fracasso. É só abrir páginas da História universal para conhecer povos de sucesso e povos fracassados. Tamanho não garante o progresso. Riqueza natural não garante o desenvolvimento. Vide o império egípcio. O império alexandrino. O império persa. O império romano. O império dos bárbaros. O império otomano. O império dos Luizes franceses. O Terceiro Reich. O império soviético.

Cavaleiros do Apocalipse político e moral.

Não são as chamada doenças inevitáveis do “destino” que determinam o sucesso ou o fracasso de pessoas e países. São homens e mulheres com suas atitudes e valores que moldam nações. Nesse quesito a juventude nas ruas e na internet descobre que vamos mal, muito mal. Vide Jânio Quadros. Vide Fernando Collor. Vide Luiz Ignácio. Vide Gadafi, Vide Hitler. Vide Stálin. Vide Hugo Chávez…  Todos de países grandes e ricos. Todos governaram seus povos como Cavaleiros do Apocalipse Político e Moral.

É hora de sinos, hinos, salmos, poemas, valsas, rock, samba, sertanejo. É hora da Grande Aleluia Nacional. Que nos Sambódromos do país homenageiem a Mocidade Independente do Brasil.

imagesCA7ZN8NXsambodromoHá que tentar desembrutecer o Brasil. Combater a barbárie. Fincar pilares sólidos da civilidade. E para isso convoco compositores, cantoras, cantores, músicos, atores, atrizes, artistas em geral, para que lutem por um Brasil decente com as armas poderosas que têm: poesia e música. 

É hora do badalar dos sinos. Do grito das guitarras. Do gemer dos cavaquinhos. De tambores, cuícas, tamborins. Do solo de trombone, pistão. Da suavidade da flauta. Dos acordes em piano.

Que os artistas não passem batido esse grande momento na história do Brasil. Toquem, cantem, dancem, declamem seus poemas. Ajudem. Se solidarizem. Aplaudam os Campeões e os Heróis da Copa das Manifestações. 

À memoria, luta, coragem:

de Douglas Henrique que em Belo Horizonte, a las cinco em punto de la tarde , saiu da vida para entrar na história, trechos do poema de Garcia Lorca.

 

imagesCA3VYYR8rosa amarela

A las cinco de la tarde.
Eran las cinco en punto de la tarde.
Un niño trajo la blanca sábana
a las cinco de la tarde.
Una espuerta de cal ya prevenida
a las cinco de la tarde.
Lo demás era muerte y sólo muerte
a las cinco de la tarde.

………………………………………..

a las cinco de la tarde,
la muerte puso huevos en la herida
a las cinco de la tarde.
A las cinco de la tarde.
A las cinco en Punto de la tarde

…………………………………………..

las cinco de la tarde.
A las cinco de la tarde.
¡Ay, qué terribles cinco de la tarde!
¡Eran las cinco en todos los relojes!
¡Eran las cinco en sombra de la tarde!

———————————————-

Divulgue. Encaminhe. A pedido o RH está no FACEBOOK. www.oreporternahistoria.com.br

Opine. Envie imagens, vídeos. Escreve que eu publico: oreporternahistoria@uol.com.br